Quinta, 04 Junho 2020

HORÁRIO DE EXPEDIENTE

DAS 09H ÀS 17H 

 

NO PERÍODO DE

01 DE MARÇO DE 2020
A
01 DE NOVEMBRO DE 2020


Telefone: (51) 3664-0011

Portal da Transparência

Portal do Servidor

Portal do Servidor

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
DO POSTO DE SAÚDE

MANHÃ: 8h às 12h
TARDE: 13h às 17h
TELEFONE POSTO: (51) 3664 - 0247

FONE PLANTÃO:
NOITES / FERIADOS / FINS DE SEMANA
(51) 99955 - 6662

WhatsApp:
Secretaria da Saúde: (51) 99955-6662
ESF Guilherme Cleo Biasi: (51) 99964 - 0247

Informações / Reclamações:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
TELEFONES: (51) 3664 0010

 

Hino do Município

TELEFONES ÚTEIS

 

(51) 3664 - 0011

Prefeitura Municipal

(51) 3664 - 0121
Banrisul

193 
Bombeiros

(51) 99446 - 4170
Brigada Militar
Dom Pedro de Alcântara

(51) 3667 - 1377
Brigada Militar - Três Cachoeiras

(51) 3664 - 0001 
Câmara Municipal

(51) 99933 - 6289 
Companhia de Água e Esgoto

(51) 99935 - 0816 
Conselho Tutelar

(51) 3664 - 0385 
Correios

(51) 3664 - 1100 
Hospital de Pronto Socorro - HPS

(51) 3664 - 0126 
Polícia/Delegacia

(51) 3664 - 0258 
Rodoviária

Município de Dom Pedro de Alcântara

Convênio foi firmado com a Prefeitura de Torres para acolhimento das mulheres vítimas de violência junto ao CRM 

 

A Prefeitura de Dom Pedro de Alcântara firmou, na última semana, convênio com a Prefeitura de Torres, para o acolhimento e atendimento das mulheres vítimas de violência, no Centro de Referência da Mulher (CRM), localizado em Torres. 

O CRM Pricila Selau é regional e atende municípios como Arroio do Sal, Três Forquilhas, Morrinhos do Sul e Mampituba. O centro presta atendimento às mulheres em situação de violência de forma acolhedora, com uma abordagem multidisciplinar através da articulação em rede, buscando promover o bem-estar e a segurança dessas mulheres. Além disso, tem como objetivo cessar a situação de violência e empoderar a mulher para o resgate de sua cidadania. 

Ainda para apoiar as mulheres que sofrem com o feminicídio, a Prefeitura de Dom Pedro de Alcântara assinou, no final de 2019, um convênio com a Fundação La Salle para encaminhamento dessas vítimas ao Centro Regional de Abrigamento das Mulheres em Situação de Risco e de Violência (CRAM), em Sapucaia do Sul. O CRAM é uma casa de acolhimento destinado às mulheres e seus filhos em caso de violência doméstica. 

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

A Lei Maria da Penha (lei nº11.340, de 7 de agosto de 2006) define como formas de violência doméstica e familiar contra a mulher:

  • Violência Física – ofensa à integridade ou saúde corporal
  • Violência Psicológica – Qualquer conduta que cause dano emocional, prejudique a autoestima, vise controlar suas ações, como ameaças, constrangimentos, humilhações, vigilâncias constantes, perseguições, etc.,
  • Violência Sexual – presenciar, manter ou participar de relação sexual não desejada;
  • Violência patrimonial´- Retenção ou destruição total ou parcial de bens (objetos, documentos, valores);
  • Violência Moral – calúnia, difamação, injúria.  

O QUE FAZER EM CASOS DE VIOLÊNCIA

  • Procurar a Delegacia de Polícia mais próxima ou solicitar comparecimento da Brigada Militar;
  • A vítima de violência física e sexual (estrupo) deverá registrar ocorrência policial e realizar exames periciais, atendimento psicossocial e encaminhamento para atendimento médico.
  • Deverá preservar as vestes que usava no momento da agressão sexual sem lavá-las, para facilitar a identificação do agressor;
  • Caso exista insegurança em realizar a denúncia contra o agressor, procure o Centro de Referência da Mulher Pricila Selau para receber orientação sobre como proceder nessa situação. 

Centro de Referência da Mulher – Pricila Selau

Avenida do Riacho, 850, Igra sul (campo do Torrense) – Torres RS
Telefone (51) 3626-9150 ou 3636-9951 ou 190

Joomla Template Developer
Joomla Template Developer

Custom Joomla Templates
Custom Joomla Extensions

Instant WordPress Themes
Instant WordPress Themes